Obra protegida por direitos autorais

Creative Commons License
Histórias de Terror by Paulo Enrique Garcia is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

O site Contos e Histórias de Terror, proíbe qualquer republicação de todas obras contidas aqui com direitos a Paulo Enrique Garcia. Sejam elas em sites, blogs e youtube. Todos infratores serão penalizados de acordo com as leis de direitos autorais brasileiras.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

13:24
25

História de Terror



Se você ainda não leu a parte um clique no link abaixo:
New Bedford - A Cidade Macabra - Parte 1

Jonas jogou o controle da televisão no chão enquanto escutava a reportagem sobre o desaparecimento de sua irmã, Cintia Rice na cidade de New Bedford. Ele se irritava a cada vez que via o sensacionalismo que faziam em torno do desaparecimento da irmã. Decidiu então ir até lá investigar por si próprio, pois ele não via esforço suficiente da policia em resolver tal assunto.

Arrumou a mala e partiu durante a noite, não queria esperar mais nada. Olhou no bolso da jaqueta e conferiu, as chaves da casa da irmã estavam com ele. Ele estava decidido a ir encontrá-la, ela era a única pessoa da família que ele tinha e agora estava desaparecida.

Jonas morava em Nova York que estava a mais ou menos trezentos e setenta quilômetros de New Bedford então a viagem seria curta. Entrou no carro e partiu. Depois de viajar algum tempo ele avistou um homem velho e sujo com uma bicicleta na beira da estrada pedindo carona, os dois se olharam mas Jonas não parou, seguiu sua viagem e minutos depois nem se lembrava do homem que mais se parecia um mendigo, até que viu o mesmo homem na beira da estrada, só que não estava pedindo carona, estava andando e empurrando a bicicleta. Quando Jonas passou por ele os dois se encararam novamente e o mendigo sorriu. Jonas seguiu viagem mas agora estava assustado, não entendia como o homem apareceu à sua frente estando a pé.

Ele ficou com isso na cabeça e foi pensando em uma explicação razoável para o que viu. Quando olhou para o acostamento viu outro homem lá, porém esse estava bem vestido e estava deitado no asfalto com sangue ao seu redor. Jonas freou, desceu do carro e correu até ele.

“Você pode me escutar?” – perguntou Jonas tocando a testa do ferido.

O homem não respondeu, abriu os olhos, agarrou com força o pescoço de Jonas e começou a estrangulá-lo. Os dois se debateram até que o suposto ferido ficou por cima e o enforcava com fúria. Jonas sentia seu corpo em chamas por dentro.

“Você não deveria ter vindo se meter aqui, agora você vai morrer e seu espírito vai ser nosso.” – disse o homem com uma voz grossa e cheia de ódio.

“Deus me ajude, por favor, eu não quero morrer assim.” – disse Jonas já enxergando tudo embaçado e sentindo que iria desfalecer.

Até que ele escutou um urro de dor, sentiu as mãos soltarem seu pescoço e seu corpo retomou um pouco de força. Olhou para frente mas não viu o homem que vira à segundos atrás mas sim um demônio de pele marrom e asas podres, a criatura gritava e rolava no chão até que correu do local. Jonas viu outro homem que falava palavras que ele não podia entender, mas sabia que seja o que fosse tinha assustado o demônio dali. Quando seu corpo se recuperou viu que à sua frente estava o mendigo que pedia carona.

“Quem é você? Obrigado por me ajudar.” – perguntou Jonas, tentando se levantar.

“Um amigo. De agora em diante tenha mais cuidado, você esta entrando em território perigoso. Tenha força e fé, você vai precisar se quiser encontrar sua irmã.” – disse o homem já empurrando sua bicicleta e desaparecendo na escuridão da madrugada.

Os pensamentos passavam por sua cabeça mais rápido do que podia suportar. O que teria acontecido com sua irmã? Quem eram esses espíritos que invadiram sua vida em questão de horas? Os acontecimentos das últimas horas eram novos e o medo do desconhecido fazia seu coração disparar e seu corpo tremer. Sem pensar muito entrou no carro e seguiu a viagem, apesar de assustado não desistiu de ir encontrar Cintia, pois sentiu que ela precisava dele e ele nunca iria abandonar a irmã.

A viagem parecia mais longa do que previa, estava cansado, com sono e confuso. Estava passando por uma cidade que ficava no caminho de New Bedford quando avistou um cemitério. Sentiu uma agulhada no estomago de medo e acelerou para sair daquela rua o mais rápido possível. Quando estava passando pela portão do cemitério, não resistiu e olhou para dentro. A imagem o chocou, viu Cintia no lado de dentro. Jonas parou o carro e correu até lá quando se a aproximava Cintia correu para dentro e ele a seguiu. Ele mal podia enxergar na escuridão mas continuou seguindo a irmã, que parou de correr de correr de repente e virou-se para ele.

“Você é tão inocente. Agora vai ser meu” – disse ela gritando e rindo com uma voz tenebrosa.

Jonas gritou de pavor quando viu o que supostamente era sua irmã se transformar em uma mulher pálida, de pele podre, flutuando sobre o solo e começou a mover-se rápido em sua direção. Ele virou-se para sair do cemitério mas se deparou com a escuridão, não podia ver onde estava e nem a saída. Escolheu uma direção e correu, pois a fantasma estava por alcançá-lo. Os gemidos e gritos da mulher o faziam tremer de medo, estava desesperado, pois não achava a saída. Até que avistou uma luz vinda de um lado e correu em sua direção, quando se aproximou um pouco mais viu que a luz vinha dos faróis de seu carro. Ele sentiu um alivio pois sabia que um pouco mais iria sair dali, olhou para trás e a assombração ainda o perseguia.

Instantes depois ele estava dentro de seu carro, pisou no acelerador e saiu dali. Olhou para trás e viu que ainda estava sendo perseguido, fixou o olhar na assombração e viu que ela parou e acenou com um sorriso sínico. Jonas não entendeu a principio, mas quando olhou para frente viu que os faróis de um caminhão estavam à sua frente e se preparou para o choque.

Dias depois Jonas acordou no hospital, mal podia abrir os olhos de tanta dor que sentia no corpo. Viu um homem a sua frente, ele percebeu que era policial pela roupa que vestia. O policia viu que Jonas abria os olhos e se aproximou.

“Jonas, meu nome é Jack, eu sou o delegado de New Bedford”. – Disse o policial sorrindo para Jonas.

Continua...

New Bedford - A Cidade Macabra - Parte 3


Histórias de Terror

25 comments:

George, disse...

mto bom ,mas quando vão colocar a continuação? !estou curioso,

davyzinho.mano disse...

adorei mas cade a cotinuaçâo?

Paulo Garcia disse...

Desculpem por estar demorando com a continuação, mas vou fazer o possível para que saia em breve.

leide disse...

gostei mto mas estou ançiosa pra ler a continuação.

Nathálya disse...

tbm kero ver a continuaçao

jessica disse...

otimo,ecelente,muito legal

LÉO disse...

MUITO BEM CRIADA

LOOLS disse...

Caraca, estou agoniada, preciso saber o final da historia.
É a melhor do blog

Bodeloiro disse...

querooooooo vê o finalllllllllll

Anônimo disse...

Alo, o que é que falta para lançar a Parte.... derepente o Jonas era o Paulo Garcia!!!!!!!!ahahahahahhah
Estou ansiosa vê se disponha no seu blog

Bah disse...

muito bom
mais to curiosa para saber a continuaçao

Anônimo disse...

Cade a continuação!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Kadee a continuação pelo amor de Deeeus

Laram disse...

Caaaaaaaaaade? ):

Anna disse...

kd a continuação, axei mto mto massa a história!

Nááthyy disse...

kade a contiinuaçãõ

☺☻♦♣♠•◘○Rafa disse...

A continuação ta demorando demais ò_ó

Tanakh, a Bíblia hebraica disse...

C O N T I N U A ! ! !

Anônimo disse...

Gostei muito desse conto, mas cade a continuação quero saber a historia é muito boa!

Anônimo disse...

eh a melhor história do blog. Adorei.
Mas como todos estamos curiosos...CADDE A CONTINUAÇÃO??????

vini . fs disse...

continuaaa porr favorrr queremoss demais essa continuação

vini . fs disse...

continuaaa porr favorrr queremoss demais essa continuação

vini . fs disse...

continuaaa porr favorrr queremoss demais essa continuação

R@f@ £l!@$ disse...

Kra ja faz mais de um ano q vc n posta a continuaçao...Entaum posta por favooor!!!

treicy disse...

tipo
eu li essa historia pela primeira vez em janeiro de 2010
ja estamos en janeiro de 2011
e nao saiu a continuaçao
a historia e otima e tipo perfeita
mais nao tem "O FINAL"

 
=============Analytics=========== =============Analytics-End===========